1.8.06

Obrigada

a todos os que têm ficado com as minhas ilustrações, obrigada pelas fotos, pelos comentários, pelos e-mails, pela confiança e pelos desafios.

Ficam aqui alguns links desses momentos

http://sebastiaopretocarvao.blogspot.com/
http://www.flickr.com/photos/29875241@N00/203775882/
http://www.flickr.com/photos/29875241@N00/203775881/
http://www.flickr.com/photos/hippyxic/182393507/
http://www.flickr.com/photos/hippyxic/198890630/
http://www.flickr.com/photos/wishes-heros/203711909/
http://www.flickr.com/photos/wishes-heros/177590533/
http://www.flickr.com/photos/79949373@N00/197098648/
http://www.flickr.com/photos/79949373@N00/200284877/
http://www.flickr.com/photos/cacaucompimentarosa/192050546/
http://www.flickr.com/photos/cacaucompimentarosa/192050544/
http://arranhanotrapo.blogspot.com/2006/07/surpresas-na-volta-do-correio_21.html
http://www.flickr.com/photos/sschiappa/200533376/

e a muitas outras que eu perdi a conta...

29.6.06

levem-me para casa




















Depois de muito resistir à ideia de deixar partir os meus desenhos, mudei de ideias e resolvi vendê-los. rreimao@gmail.com ou r.reimao@clix.pt

ver as ilustrações em http://www.flickr.com/photos/reimao/

I resist for a long time to let down my drawings. I change my mind and if you are interested please write me. rreimao@gmail.com or r.reimao@clix.pt

View the illustrations at http://www.flickr.com/photos/reimao/

27.6.06

thumbnail for IF

11.4.06

updates

Saber escrever e ter tempo para o fazer requer uma tranquilidade que no meu caso por falta de tempo tem-me levado a estar afastada do blog.

Novos projectos e convites têm-me absorvido nos últimos tempos, por isso tornou-se mais fácil recorrer ao Flickr em que os textos são uma espécie de fax's.

Para ver as últimas criações e desabafos podem-me ver em http://www.flickr.com/photos/reimao/

For new updates you can see me at
http://www.flickr.com/photos/reimao/

31.3.06

e é bom vê-los crescer...














e nascer... A L. está de parabéns, o S. nasceu ontem. Estou desejosa de ver o meu novo "sobrinho".

Na última semana as actualizações foram feitas no flickr. o tempo é pouco...

23.3.06

us

22.3.06

Spring lady

21.3.06

Filho de peixe sabe nadar?



Parece que sim. O M. foi À «revisão» dos dois anos. Mal chegou ao consultório «atracou-se» aos lápis e papeis do pediatra.

Durante a consulta em que fomos falando do desenvolvimento do M. e sobre a minha preocupação do M. se colar demasiado aos papeis e perguntar se não deviamos ir a uma consulta de oftalmologia, o pediatra respondeu « o que ele faz em termos de desenho é que não é normal para uma criança de 2 anos»

Descansada e um bocadinho vaidosa saí do consultório com um sorriso na cara.

O primeiro desenho é de Janeiro (barco, menino e peixes), o segundo de Março

20.3.06

illustration friday | feet



já nem as histórias são como eram...

a caminho do porto...

























































17.3.06

goodies














































Thanks Lynda love it all, a lot...

16.3.06

M e galo

















O galo é um verdadeiro galo na testa que ainda permanece desde segunda-feira

chegou a casa

15.3.06

illustration friday | tatoo

















The tatoo has been escape...

13.3.06

andei a abusar...




















da conta do flickr e ultrapassei os updates deste mês, pronto é desta que vou subscrever a conta pro, entretanto vão me vendo só por aqui...


I exceeded the uploads for this month, untill i get a pro account, please visit me at
www.oficinartes.blogspot.com




















saia da carolina

9.3.06

cidade dos penteados













Vamos lá imaginar a cidade dos penteados, onde para variar as casas têm cabelo e não telhado

presente atrasado

8.3.06

rei




















era uma vez um rei com uma grande barriguinha, comia, comia e mais fome tinha

para recordar (via desabafos)

mais de mais para irem embora

















Pragas




















Não é o que se pensa logo à partida, tanto os coentros como as nabiças estão bem de saúde...
A história começa quando decidimos vir viver para Avis e comprámos a nossa primeira casa. Para quem a conheceu era uma casa de bonecas, não havia um piso ao mesmo nível e quando nos foi descrita, foi assim mesmo - "sobe-se e desce-se, sobe-se e desce-se, parcece uma casa de bonecas" -, acontece que havia um quintal com horta própria que tinha sido dada a explorar a um velhote.
Aqui está a praga, não foi uma, foram muitas as que roguei aos fim-de-semana quando às sete da manhã era invadida pelo som da enxada a sulcar a terra.
Hoje depois de termos mudado de casa ( não por causa da dita) é o mesmo velhote que nos vem trazer os legumes.
Ainda bem que não sei rogar pragas...