28.2.05

Obrigado (3)

A todos que já se ofereceram para ajudar

Obrigado (2)

Obrigado a T. pelo texto

Rute Reimão: o sol e a noite

Conheci Rute Reimão num jornal, para o qual amigos meus me convidaram. A transferência assemelhava-se a uma tomada de assalto. Rute já lá trabalhava como
gráfica e ria alto. Um desses amigos piratas ficou como director gráfico. Quando me exigiram uma coluna semanal de opinião, ele propôs que Rute a ilustrasse. Eu, que a ignorava como criadora (problema meu), gostei da gargalhada e da timidez dela. Aceitei. Rute nada ilustrou. Sempre me obrigou – nesse malfadado semanário; o assalto falhou – a declarar com antecedência a matéria que iria tratar. Mas nunca ilustrou. Inventou sempre, em desenhos agrestes e desordenados, com palavras espalhadas como punhaladas num corpo barbaramente assassinado. A Rute transformava a realidade – ou melhor, a notícia – numa construção fantástica, gótica. Em traços violentos, quase sempre a preto e branco, raramente a cor surgia, Rute transformava a realidade em panfleto para chegar à poesia.
Um dia, forneci como tema central da minha crónica o poeta surrealista francês Antonin Artaud. E ela reinventou Artaud. Belo como ele havia sido na realidade;
maldito como ele sempre quis ser. Uma iluminação. Rute, agreste, suavizara o traço logo no tema mais violento que lhe propusera. Disse e volto a dizer: Rute não ilustra; Rute refaz um mundo alienado no qual só os desesperados se salvam. Quando o tema é demasiado banal, ela desvia-o pelo humor. Reencontrei-a no diário A Capital. Irónica, guardou paciência para acompanhar as minhas pobres crónicas.
Se ainda houvesse grupo surrealista, Rute Reimão seria uma das egérias desses insurrectos da palavra, desses comunistas do génio. É filha do sol ou filha da noite? É
filha da sua obra clandestina. Como convém.


Ilustração para crónica de T.S. no jornal A Capital Posted by Hello


"Carlota e o Pássaro Avis" - Livro Infantil Posted by Hello

Exposição

Estou sem convites e a lista é imensa, por esse motivo se alguém ficou de fora peço desculpa.
Aproveito para fazer o convite on-line. A exposição começa no próximo dia 5 Março às 16h00 na Casa de Cultura.
Aqui ficam as ilustrações completas que estão no convite

Céu da Boca


Nem só de pão vive o homem...
Mas também vive! Parabéns à Céu da BocaPosted by Hello

25.2.05

Apaixonada

Já não consigo vir para o atelier sem passar pelo trabalho da Rosa Pomar.


Nem o jogo do galo já é o que era... Posted by Hello


Preparativos Posted by Hello

Obrigado

A uma semana da exposição, senão fossem três amigos (Anas e Jorge) não sei o que seria de mim...

23.2.05

Carlota e o crocodilo Timor

Finalmente consegui acabar as ilustrações para uma nova aventura da Carlota, desta vez por terras de Timor. Fica aqui um cheirinho de uma das ilustrações


Um cheirinho a Timor Posted by Hello

17.2.05

Esforcei-me

Um amigo esforçou-se, mas não foi possível adicionar links a este blog.

15.2.05

Inveja

Numa das minhas deambulações pela net fiquei cheia de inveja. Uma inveja que só me leva a pensar que tenho muito que trabalhar.
Há ilustradores. Há muitos ilustradores. E há realmente muito bons ilustradores. Fiquei com inveja.

11.2.05


exposição Posted by Hello

A pedido de várias famílias

Há muito que me vêm desafiando para fazer uma exposição, confesso que por medo essa vontade tem ficado bem guardada na gaveta.
Enchi-me de coragem e decidi avançar.
A exposição tem duas vertentes, por um lado o trabalho de ilustração que tenho feito para jornais e por outro o lançamento de uma linha de decoração para crianças.
Quem me conhece e sabendo que sou uma mãe recente, nada mais indicado para chamar a esta nova marca do que Mãe Galinha.
A exposição tem o seu lançamento no próximo dia 5 de Março.